O lendário álbum do trio FugeesLauryn Hill, Wyclef Jean e Pras Michel -, ‘The Score’ está completando um quarto de século. O disco venceu o prêmio de melhor álbum de Rap e o single “Killing Me Softly” também foi premiado por Melhor Performance de R&B na 39º edição do Grammy Awards, em 1997.

Após o seu fraco primeiro álbum do Fugees- Blunted On Reality, o trio continuou tendo respaldo de sua gravadora, a  Ruffhouse Records, que acreditava no potencial do grupo e decidiu dar uma nova chance, agora com o produtor Salaam Remi. Com a mudança e muita confiança em jogo, no final de 1995 o grupo criou o que seria o grande hit da época “Fu-Gee-La”, single que foi o ponto de partida para o aclamado álbum, que veio a ser lançado em fevereiro de 1996, pelo selo Columbia Records. O lead single já havia ganho o disco de ouro quando ‘The Score’ foi lançado. 

Os sucessos das músicas “Ready Or Not”, “Fu-Gee-La“, “Killing Me Softly With His Song” – que atualmente volta a ser sucesso na plataforma Tik Tok, com direito a remix e trend de dança – e “No Woman, No Cry” impulsionaram o disco, fazendo com que o álbum fosse um enorme sucesso comercial tirando o trio do underground direto pro topo de um mainstream que ainda se formava no hip-hop. Em apenas um ano, ‘The Score’ já havia alcançado a marca de seis milhões de cópias vendidas apenas nos EUA, e um total de dezoito milhões mundialmente, sendo certificado com seis platinas pela RIAA.

No aclamado disco o trio Lauryn Hill, Wyclef Jean e Pras Michel assinou a maior parte das produções, mas teve a parceria de alguns nomes como Jerry Duplessis e Warren Riker, John Forté, Diamond D e Shawn King, além do já citado Salaam Remi. O álbum teve participações de Outsidaz na faixa “Cowboys”, Diamond D, na faixa “The Score” e John Forté, na faixa “Family Business”.

‘The Score’, que completa um quarto de século, foi extremamente relevante tanto na cena Hip Hop, quanto no mercado fonográfico. Além de grandes prêmios, discos de ouro e platina, foi incluído pela revista especializada The Source entre os 100 melhores discos da história do Rap. A revista Rolling Stone, colocou o álbum na posição 469 de seu ranking de 500 melhores álbuns de todos os tempos, em todos os gêneros musicais. Aqui no ROCKNBOLD, ele entrou na lista dos 20 melhores álbuns de Rap da história.

Highlights: “Fu-Gee-La”, “Ready Or Not”, “The Mask”, “Killing Me Softly” e “No Woman, No Cry”