Mais uma quinzena terminando e o ROCKNBOLD não podia deixar de contar dos últimos lançamentos do k-pop! Bora conferir?

Porém, antes de falarmos de música, precisamos conversar sobre um assunto sério. Na semana passada, seis mulheres de ascendência asiática foram assassinadas em ataque nos EUA. De acordo com relatório publicado pela ONG Stop AAPI Hate, entre março de 2020 e fevereiro de 2021, foram registrados pelo menos 3.795 incidentes de racismo antiasiático nos EUA — dos quais 68% foram reportados por mulheres. Em um estudo realizado pelo The Center for Public Integrity com o Instituto Ipsos, 30% dos estadunidenses e 60% dos americanos com ascendência asiática relataram que testemunharam alguém culpando os asiáticos pelo Corona Vírus.

Em um texto para a revista TIME, Eric Nam falou sobre como um evento horrível precisou ocorrer para que as vozes fossem finalmente ouvidas. “Estamos magoados, exaustos, cheios de tristeza e raiva – com razão. Mas devemos continuar perseverando. Devemos todos continuar a estar ativos na criação da mudança que tanto desejamos e necessitamos para nós mesmos e nossas gerações futuras”, escreveu o idol nascido em Atlanta.

Racismo, xenofobia e machismo não se manifestam só em ataques físicos ou xingamentos explícitos; eles também estão em micro agressões ou até no que o agressor considera um “elogio”. Luana Harumi, redatora do ROCKNBOLD, conversou sobre o assunto no Podcast “alô alô”.

Solar (MAMAMOO) – Adrenaline

Nova febre da Netflix, Vincenzo é um drama sul-coreano estrelado por Song Joong-ki e que desde final de fevereiro, vem conquistando fãs ao redor do mundo, inclusive, no Brasil. Na série, um consigliere de uma máfia italiana retorna à sua pátria em busca de barras de ouro enterradas sob um prédio em Seul. No entanto, acaba se envolvendo em uma batalha legal contra um conglomerado e contra sua vontade inicial, assume a luta por justiça ao lado de uma advogada implacável. Parece interessante, não? Para a trilha sonora, foram gravadas músicas em coreano, inglês e italiano. Agora, para a terceira parte do drama, Solar, integrante do MAMAMOO, contribuiu com sua voz para uma incrível faixa inteiramente cantada em inglês.

Jessi – What Type of X

Depois de um dos grandes hits do k-pop em 2020 com “Nunu Nana”, Jessi retorna com o novo single “What Type of X”. Misturando seu carisma com muita atitude, nesse comeback, a cantora consegue entregar mais uma faixa surpreendente de hip-hop, porém, integra o gênero em que está mais familiarizada com elementos do rock. Inicialmente toda escrita em inglês, Jessi contou com a ajuda do CEO de sua agência e ícone do k-pop, PSY para traduzir trechos para o coreano. “Eu sou uma mulher de mentalidade forte e para mim, amar a mim mesma é a coisa mais importante”, detalhou mais sobre o single para a NME.

O sucesso da música já está saindo do YouTube e das plataformas de streaming e dominando o TikTok. O challenge de “What Type of X” conta com vídeos de PSY, Heechul, HWASA e durante o Music Bank, Soobin do TXT realizou o desafio ao vivo na TV ao lado da cantora.

WOODZ – Feel Like

No último dia 15, WOODZ realizou seu comeback com SET, seu primeiro single-álbum. Liderado pela faixa “Feel Like”, o solista da Yuehua Entertainment esbanja sensualidade tanto no videoclipe quanto na música. Com facilidade em misturar seu belíssimo vocal com rap, “Feel Like” ainda possui o diferencial do instrumental, em que WOODZ canta e dança a partir de uma base instrumental de bateria, baixo e uma linha de guitarra eletrizante.

Um elemento interessante do MV é o bar que serve de cenário principal. Com um letreiro enorme em português, “Feel Like” se transforma em “Sinto Como”. O cantor que morou no Brasil na adolescência, deixa em seu comeback um pedacinho de sua relação com o Brasil.

PENTAGON – DO or NOT

Com uma pegada dos anos 1950/1960, PENTAGON entrega um pop refrescante em seu novo comeback. “DO or NOT” faz parte de LOVE or TAKE, o 11º mini-álbum do boygroup da CUBE Entertainment. Com o lançamento de “Daisy” e depois de cinco anos de carreira, o grupo finalmente teve sua primeira vitória em um programa musical. Com o primeiro lançamento de 2020, “DO or NOT” lidera o EP e surpreende pela mudança de estilo dos rapazes no single. Esse comeback é importante para o PENTAGON e também para os Universe, pois é o primeiro em que os integrantes Hui e Jinho não participam integralmente devido ao alistamento militar obrigatório.

Weeekly – After School

“After School” é o terceiro single e primeiro comeback de 2021 do Weeekly. O girlgroup da Play M Entertainment é formado por 7 meninas entre 15 e 19 anos e que se destaca por transformar o conceito fofo, deixando a marca do Weeekly presente em cada lançamento. Enquanto “Tag Me” e “Zig Zag” exploravam mais a temática escolar na letra e no clipe, “After School” deixa isso um pouco de lado ao colocar as meninas para cantarem sobre o momento depois que a aula acaba, quando elas se reúnem com os amigos para se divertir e andar de skate. Com o refrão perfeito para uma ótima música pop, “After School” é o single que lidera We Play, terceiro mini-álbum das meninas.

Outra marca interessante do Weeekly que está presente neste comeback é o uso de objetos nas apresentações. Enquanto “Tag Me” possuía as carteiras escolares na coreografia e “Zig Zag” os cubos enorme, em “After School”, a performance ao vivo conta com cadeiras, celulares e até skates para a coreografia.

Purple Kiss – Ponzona

Novo girl group da RBW Entertainment, o Purple Kiss debutou com “Ponzona”, que contou com um videoclipe bastante sombrio e com referências místicas. O single está em Into Violet, EP de estreia do grupo. No mini-álbum, além de “Ponzona”, os singles que foram lançados antes do debut do Purple Kiss também estão presentes, como “My Heart Skip A Beat”. Além disso, em relação as integrantes, duas delas já são previamente conhecidas no mundo do k-pop, enquanto Jieun e Goeun participaram do Produce 48, Dosie esteve no Mix Nine.

Outro fato interessante é que “Ponzona” foi escrita e produzida pelas próprias meninas! Na realidade, a música já havia sido performada na época em que elas ainda eram trainees. A qualidade surpreendeu tanto os funcionárias da empresa do Purple Kiss que a música foi selecionada para ser o single do debut do grupo.

SUPER JUNIOR – House Party

The Renaissance é o décimo álbum do Super Junior e nada melhor para comemorar esse marco do que um single dançante. Liderado por “House Party”, o álbum contém 10 faixas, incluindo um remake da canção “Raining Spell for Love”. Misturando elementos tradicionais do pop com viradas de rap lideradas por Heechul e Siwon, “House Party” é uma canção sobre respeitar o distanciamento social e aproveitar para se divertir dentro de casa mesmo durante um período tão difícil em nossas vidas. Inclusive, o diretor geral da OMS parabenizou os integrantes do grupo em seu twitter. “Super Junior, vocês foram direto ao ponto. Ainda precisamos manter as medidas de prevenção ao covid-19 para protegermos uns aos outros e controlar essa pandemia. Obrigado por nos lembrar disso por meio de sua música”, compartilhou Dr. Tedros.

Ciipher – I like you

Apadrinhados por Rain, Ciipher é o primeiro grupo masculino promovido pela Rain Company, empresa criada pelo idol. Formado por sete integrantes, o boygroup realizou seu debut no dia 15 de março com o single “I like you”. Além disso, a música lidera um mini-álbum de mesmo nome, que possui cinco faixas no total. O single de estreia é alegre e passa uma sensação de tranquilidade no ouvinte. O vocal doce dos garotos se mistura com efeitos de autotune que permanecem durante toda a canção. Começando sem tanto alarde, Ciipher possui todo o potencial e apoio para despontar em seus próximos lançamentos.

Alesso, Stray Kids & CORSAK – Going Dumb

Enquanto o comeback do Stray Kids não possui data, os Stays podem ficar felizes com a agenda agitada do grupo. Em breve começará a ser transmitido o Kingdom, reality show que contará com a participação do grupo da JYP Entertainment ao lado de outros boygroups como ATEEZ e The Boyz. Além disso, no dia 19 de março, a primeira colaboração global do Stray Kids foi compartilhada nos serviços de streaming. “Going Dumb” é uma clássica faixa eletrônica com um apego mainstream, mas que funciona muito bem com o seu refrão repetitivo e que imediatamente se instala na sua cabeça. Ao lado de Alesso e CORSAK, os oito garotos iniciam com o pé direito suas parcerias internacionais.

MIRAE – KILLA

Com seu nome em coreano significando “Os Garotos do Futuro”, MIRAE nos leva direto para o futuro tanto em seu MV quanto em sua sonoridade. Com o primeiro single “KILLA”, o grupo surpreende ao saber mesclar elementos do pop e funk com eletrônica e tudo isso acompanhado pelos vocais poderosos dos sete meninos. Fugindo um pouco do que pode ser chamado de tradicional no pop, MIRAE debuta com um single ousado, já afirmando o impacto do grupo em 2021. Além do single, a música está presente no EP “KILLA”, que possui seis faixas.

IU – LILAC

A rainha da Coreia do Sul está de volta com seu quinto álbum de estúdio LILAC! Com o sucesso do single “Celebrity”, todos aguardavam ansiosos por mais um lançamento da solista. Liderado por um single de mesmo nome, “LILAC” chegou ao público no dia 25 de março, acompanhado de um clipe lindíssimo. Da mesma forma que Sunmi e TWICE entregaram ótimas faixas influenciadas pelo city pop em 2020, como foi o caso de “Pporappippam” e “Say Something”, respectivamente, agora é a vez da IU compartilhar mais das suas referências dos anos 1980 com “LILAC”. A canção possui, além dos ótimos vocais da cantora, a guitarra ritmada e os sintetizadores tradicionais do Disco, que funcionam super bem ao lado do baixo que dita o ritmo da música.

Quer ficar por dentro dos últimos lançamentos do k-pop? Não esqueça de acompanhar o ROCKNBOLD e seguir nossa playlist no Spotify!