Master of Reality: 50 anos do álbum mais influente do heavy metal

Há 50 anos, Black Sabbath mudava drasticamente a história da música com o lançamento do influente e atemporal Master of Reality, seu terceiro disco
Black Sabbath, 1971. Foto: Bob Gruen

Completam-se 50 anos desde que o Black Sabbath mudou drasticamente a história da música, com o lançamento de seu terceiro trabalho, o influente e atemporal Master of Reality. Com sua sonoridade forte e imponente, o disco foi responsável por transformar o rock de maneira irreversível e posteriormente deu origem a uma gama subgêneros do metal.

O álbum trouxe uma sonoridade totalmente inovadora para a época, se distanciando do blues presente em Black Sabbath e Paranoid, e ao invés disso, indo em direção a um som muito mais pesado, explorando guitarras afinadas um tom e meio abaixo e riffs que se inclinavam mais às notas mais baixas. O experimentalismo envolvido em Master of Reality, fez com que as oito faixas do disco transitassem entre diversos estilos diferentes, o que acabou sendo a deixa perfeita para que várias novas nomenclaturas fossem inventadas para classificar cada uma dessas sonoridades, alguns desses rótulos foram doom metal e sludge metal, normalmente associados a “Into the Void” e “Lord of This World”, e stoner rock, comumente associado a “Sweet Leaf”.

O tracklist de Master of Reality demonstra claramente como o álbum aprimora praticamente tudo que havia sido criado em seus antecessores, trazendo faixas sonoramente semelhantes às de Paranoid, mas compostas de acordo com sua atmosfera pesada e obscura, como por exemplo “Solitude”, que pode ser considerada uma “Planet Caravan” mais sofisticada, assim como “Lord of This World” soa como uma irmã mais nova de “Electric Funeral”. Outra habilidade que a banda aperfeiçoou significativamente em Master of Reality foram as mudanças de andamento, que já eram presentes em outros discos, mas ficaram ainda mais frequentes e passaram a ser feitas de maneira mais precisa, como é o caso de “Into the Void” que transita entre três partes distintas, uma mais rápida que a outra, sem alterar o clima geral da música, o mesmo também ocorre em “Lord of This World”, que possui quatro seções significativamente diferentes mas que, por conta da estrutura impecável da faixa, se completam perfeitamente, sem causar qualquer estranhamento no ouvinte.

A influência de Master of Reality é muito clara em bandas como Black Flag, Sleep, Ghost, ISIS, Smashing Pumpkins,e até mesmo bandas do movimento grunge como Soundgarden e Alice in Chains também demonstraram afinidade com a sonoridade do disco, o grupo de Chris Cornell até mesmo regravou “Into the Void” em 1992, com a letra substituída por um discurso do Chefe Seattle e o título alterado para “Into the Void (Sealth)”. A banda californiana Kyuss é uma das que mais reciclaram a sonoridade de Master of Reality e, apesar de terem uma identidade muito bem definida, o grupo nunca pôde esconder que os riffs pesados, as mudanças de andamento e as progressões presentes em suas composições, carregavam forte influência do disco, além de também terem regravado “Into the Void“. O duo britânico Royal Blood também não fez nenhuma questão de esconder o quanto seus dois primeiros discos foram inspiradíssimos em Master of Reality, e, para qualquer fã de Sabbath, uma faixa é mais que suficiente para perceber o quão forte foi essa influência.

Ouvindo em alto volume e com a devida atenção, devemos celebrar os 50 anos de uma das obras de maior importância na história do rock e do heavy metal. Master of Reality deve continuar, indefinidamente, influenciando e inspirando artistas por todo o mundo.

Ouça o lendário disco gratuitamente abaixo:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts