Wallows fala sobre “I Don’t Want to Talk”, novo álbum e retorno aos palcos

Em entrevista descontraída ao ROCKNBOLD, trio estadunidense conta mais sobre novo disco, planos futuros e revela expectativas para o retorno aos palcos

Não é novidade no meio artístico que atores mundialmente conhecidos expandam seus horizontes ao iniciarem carreiras um pouco distantes do cinema e da televisão ou vice-versa. Nomes como Jared Leto (Thirty Seconds to Mars), Tupac Shakur, Jack Black (Tenacious D), Jamie Foxx, Taylor Momsen (The Pretty Reckless), Justin Timberlake e vários outros ficaram reconhecidos tanto por suas atuações nas telinhas quanto em cima dos palcos ou dentro do estúdio. Agora, em 2021, este é o caso de Dylan Minnette, protagonista do fenômeno original Netflix, “13 Reasons Why”, e um dos novos escalados para o elenco da franquia de suspense de megasucesso “Pânico”, que também solta a bonita voz de timbre grave por aí com o WALLOWS.

No entanto, ao contrário dos nomes citados, Dylan está bem longe de assumir a pose de protagonista na banda formada em Los Angeles há quase cinco anos, junto aos amigos e excelentes músicos Braeden Lemasters e Cole Preston. Ainda que recusem rótulos ou denominações, o trio possui como maiores referências os nomes que ecoaram as vozes dos desajustados nos anos 80 e início dos anos 2000. Às vezes eles parecem ter ouvido muito Strokes e Arctic Monkeys antes de lançarem um novo som, assim como nos trabalhos de estúdio aparentam gostar muito de Joy Division, Smiths e até mesmo Talking Heads. É deste conjunto de inspirações que, naquele mesmo 2017, esta nova tríade do indie resolveu lançar alguns singles.

Pleaser“, o primeiro sucesso, entrou na maior playlist viral do Spotify e se popularizou nas redes sociais. Daí em diante o WALLOWS alçou voo na indústria: Spring, um EP muito bem recebido por público e crítica em 2018, um contrato assinado com a Atlantic Records, da Warner e o ótimo disco de estreia, Nothing Happens, dos hits alternativos “Are You Bored Yet?” – com a excelente Clairo -, “Scrawny” e “Remember When“.

De lá pra cá, são mais de oito milhões de ouvintes mensais no Spotify, mais de 200 milhões de visualizações no YouTube, algumas indicações ao VMA, mais um EP – o questionado Remote, de 2020 – e turnês por diversas partes do mundo. Ou pelo menos esse era o plano até a pandemia do vírus COVID-19 tomar conta do planeta. A banda, inclusive, estava escalada para estrear no Brasil no Lollapalooza 2020, cancelado por conta da doença. No novo lineup, eles não estão presentes.

Ainda assim, nem tudo é notícia ruim: em entrevista ao ROCKNBOLD, WALLOWS fala um pouco sobre o retorno muito esperado aos palcos – tanto por fãs quanto pela própria banda -, destrincham o novo e bom single “I Don’t Want to Talk” produzido por Ariel Rechtshaid e revelam quais os planos futuros para um novo álbum de estúdio e turnês mundiais, inclusive no Brasil. O grupo volta a se apresentar em todo o território estadunidense no início de 2022.

Você pode assistir a entrevista exclusiva na íntegra e traduzida abaixo:
Total
1
Shares
Related Posts