Antes de mais nada, isso não é somente um trocadilho que trás referências aos dois álbuns inicias lançados por esta fenomenal artista, mas sim, um prefácio que demonstrará como a carreira de Dua Lipa em 2020 atingiu uma posição de extrema relevância na indústria musical, que sentenciou de vez o seu nome como um dos maiores destaques do pop atual. Aliás, há quem diga – e não são poucas pessoas – que se não fosse esta pandemia, a turnê Future Nostalgia teria tudo para ser uma das maiores da história do pop.

Sobretudo, você pode concordar ou discordar dessas afirmações, claro. Porém, neste ano totalmente incomum que fomos atingidos pela pandemia do COVID-19, onde não só pessoas normais, como diversos artistas flertaram com a improdutividade, e tiraram um tempo sabático para redescobrimento pessoal devido a impossibilidade de fazer shows, Dua Lipa em 2020 produziu e trabalhou incansavelmente. Além disso a artista britânica espremeu com extrema qualidade tudo que podia de Future Nostalgia no ambiente virtual, buscando com a melhor intenção do mundo, transferir para diversas pessoas, que infelizmente, só podiam conferir tudo de casa neste momento, toda experiência que desejava trazer presencialmente com os shows na gigantesca turnê que tinha agendada.

Portanto, viajaremos de ponto a ponto em uma linha do tempo de Dua Lipa em 2020, mostrando algumas conquistas, apresentações, participações e diversas presenças especiais da cantora neste ano, mostrando o grandioso resultado do seu incansável trabalho com Future Nostalgia, que é somente o segundo álbum da cantora.

Top 3 da Billboard com “Don’t Start Now”

Inegavelmente estar em uma lista da Billboard, para qualquer artista do mundo da música, é a representação que seu trabalho alcançou um sucesso de relevância. Antes que o álbum Future Nostalgia fosse lançado por completo, Dua Lipa presenteou a todos com o icônico single dançante de “Don’t Start Now”. Em seguida – mais exatamente uma semana após o lançamento – a música catapultou-se rapidamente ao topo das paradas, assim como os grandes hits fazem, chegando a alcançar o Top 3 da Billboard, e ficando em segundo lugar por algumas semanas. Após o lançamento de “Don’t Start Now”, ficou claro que ao mergulhar em uma estética sonora totalmente diferente do primeiro álbum, a artista ao mesmo tempo que encerrava um ciclo com este single, pedia passagem para apresentar esta nova era que viria.

Lançamento oficial do Future Nostalgia

Depois disso, na data de 27 de março de 2020, Dua Lipa finalmente apresentou  seu magnífico segundo álbum por completo, intitulado de Future Nostalgia. Com um pop bastante saudosista, que vai de Olivia Newton-John a Madonna, passando por INXS e até mesmo Lily Allen, o álbum faz seu trajeto no túnel do tempo carregando diversas referências de ritmos, instrumentos e balanços antigos, estacionando no ano de 2020 com muita classe e autenticidade sonora.

Mesmo tendo sido vazado uma semana antes da real data que a artista tinha planejado, isto pouco teve efeito no sucesso gigantesco que viria pela frente. Só para exemplificar, 24h depois de estar disponível legalmente em todas as plataformas digitais, o álbum já estava beirando a 4 milhões de streams. Como resultado disso tudo, Dua Lipa em 2020 conseguiu emplacar outro recorde extremamente inédito, inseriu todas as 10 faixas novas do álbum recém lançado no TOP 50 do Spotify. Um feito e tanto, não é mesmo!?

Dua Lipa no Big Brother Brasil 20

Posteriormente ao lançamento do Future Nostalgia, o Brasil estava iniciando seu longo trajeto de enfrentamento com a COVID-19, e começando a aderir ao isolamento social. Por consequência disso, o Big Brother Brasil 20 acabou sendo um dos poucos entretenimentos que o brasileiro conseguiu ter nesse ano tão caótico, e por extrema coincidência, a Dua Lipa em 2020 acabou também fazendo muito sucesso no programa. 

“É A DUA LIPA DO TAMBORZINHO, BABU.” Quem não lembra dessa icônica frase da Manu Gavassi, quando Dua Lipa apareceu de surpresa já na etapa final do programa, para fazer uma apresentação da música “Don’t Start Now” e “Breaking My Heart”, não é mesmo!? Definitivamente, este primeiro hit citado era coreografado desde as primeiras semanas de confinamento por Manu, e conforme o programa foi se desenvolvendo, todos os participantes não só acabaram sendo contagiados pelo som de Dua Lipa, mas também acompanhavam Manu Gavassi nos seus passinhos sempre que a música tocava.

Lançamento do Club Future Nostalgia

De fato, ao menos no Brasil, o sucesso das canções do Future Nostalgia já estavam merecidamente ganhando até mesmo pessoas mais velhas, com sua fórmula do pop oitentista e disco music. Logo após 4 meses do lançamento oficial, a artista viu potencial para explorar mais ainda o álbum, e deu vida ao Club Future Nostalgia. Com o intuito estratégico de criar uma ponte entre essas gerações através de suas canções, lançou esta coletânea que conta com 17 tracks. Inclusive, aderindo a essa proposta de união, Dua Lipa uniu forças em parcerias incríveis com nada mais nada menos que Gwen Stefani e Madonna, grandes referências da cantora para fazer este álbum, e também BLACKPINK, um dos maiores grupos femininos de K-POP da atualidade.

Mesmo sabendo que todos estavam em casa, Dua Lipa via através da internet que isso não impedia as pessoas de interpretarem seus hits. Por consequência disso, tentando fazer deste momento o menos traumático possível, a cantora falou que seu intuito com o Clube Future Nostalgia era entregar uma energia boa e uma vibe dançante, para que as pessoas pudessem ter momentos de alegria, mesmo que de casa.

Dua Lipa No Fantástico

Com uma relação muito íntima com o Brasil, e sabendo do sucesso estrondoso que fazia por aqui, Dua Lipa em 2020 também foi entrevistada pelo Fantástico. Por causa da pandemia, ela não conseguiu estar presencialmente, porém apareceu ao vivo em um inusitado formato de holograma durante o programa da Globo.

Mesmo com o tempo curto, a cantora falou sobre o grande sucesso do seu álbum, à sua presença virtual no Big Brother Brasil 20, e uma lembrança da sua primeira “participação” no Fantástico com a música “One Kiss” que foi pedida pelo jogador de futebol Harry Kane, após ele marcar 3 gols em uma partida de Copa do Mundo. Entretanto, um dos momentos mais longos e importantes dessa entrevista, foi quando Dua Lipa ressaltou a importância de suas letras para o público feminino, já que diversas músicas possuem uma conexão com as causas feministas, que a cantora declaradamente faz parte e luta por este movimento.

Apresentação no American Music Awards

Em seguida a este evento, Dua Lipa fez uma apresentação no American Music Awards 2020. Esta premiação é uma das maiores do mundo da música, onde são premiados os grandes destaques do ano na música norte-americana. Como resultado do grande sucesso de Dua Lipa em 2020, a artista foi indicada para duas categorias: Melhor Artista Feminina de Pop/Rock e Canção do Ano de Pop/Rock.

Nesta noite, das duas indicações, a artista foi premiada em uma, ganhando destaque pela Melhor Canção do Ano de Pop/Rock com “Don’t Start Now”. Mas além disso, o que mais chamou atenção mesmo, foi a fenomenal apresentação de Dua Lipa no American Music Awards, com a música “Levitating”. A cantora levou ao pé da letra a sua própria canção, e com uma super produção visual, levitou no palco junto a uma linda visão de um céu estrelado.

Dua Lipa em 2020
Dua Lipa em 2020, na sua apresentação do American Music Awards.

Indicações ao Grammy

Com toda certeza, após todos esses números extremamente positivos, e uma popularidade imensa, estava faltando o reconhecimento das academias de música ao Future Nostalgia. De fato, tudo que foi falado durante o ano todo sobre o trabalho de Dua Lipa em 2020, confirmou-se na data de 24 de Novembro.

Depois de muita especulação, os indicados ao Grammy Awards 2021 foram revelados, e a artista foi indicada para 6 categorias da premiação. Além de ser a segunda artista que mais recebeu indicações, Dua Lipa está concorrendo para:

Gravação do Ano – Com “Don’t Start Now”
Canção do Ano – Com “Don’t Start Now”
Música do Ano – Com “Don’t Start Now”
Melhor álbum do ano – Com “Future Nostalgia”
Melhor performance solo de pop – Com “Don’t Start Now”
Melhor performance de grupo ou duo pop – Com “Don’t Start Now”

Para que fique ainda mais claro o tamanho do feito de Dua Lipa em 2020, dos concorrentes a categoria de álbum do ano, somente ela e Black Pumas possuem menos de três álbuns na carreira.

Live do Studio 2054

Mesmo com todo sucesso do álbum, parecia que ainda faltava algo, e Dua Lipa fez questão de mostrar minimamente o poder dos shows de Future Nostalgia. Neste final de Novembro, em uma live paga nomeada de Studio 2054, a cantora novamente botou todo mundo para dançar no seu primeiro show em formato streaming.

Com o intuito de mostrar a experiência que os shows entregariam, o concerto contou com participações extremamente especiais de: Kylie Minogue, Miley Cyrus, Elton John, FKA Twigs, Bad Bunny, Angéle, J Balvin entre outros. Só para ilustrar, mesmo neste momento em que as lives perderam um pouco de força com o formato já saturado, de acordo com alguns números levantados pela imprensa especializada, a live da Dua Lipa em 2020 atingiu cerca de 5 milhões de visualizações durante sua exibição, e quase 265 mil tickets vendidos para prestigiar o show online.

Apresentação no Tiny Desk

Conforme Dua Lipa se posicionava de vez como um dos maiores nomes pop da atualidade, através dos números de Future Nostalgia, oportunidades gigantescas também surgiam. Recentemente, a cantora estreou sua participação em um dos concertos de maior sucesso no YouTube, que é apresentado pelo NPR Music, o famoso Tiny Desk. Com um sorriso imenso no rosto, a cantora se mostra extremamente feliz por reconectar-se com a sua banda, já que a turnê foi interrompida pela pandemia. Igualmente geniais e dançantes, Dua Lipa apresentou no programa uma versão  com instrumentais adaptados  das músicas: “Levitating”, “Pretty Please”, “Love Again” e “Don’t Start Now”. Apesar de fazer somente algumas semanas do lançamento, o vídeo já conta com cerca de 5 milhões e meio de visualizações, e já está entre os mais populares do programa.

Participação no seriado “Song Exploder”

Inicialmente “Song Exploder” surgiu como um podcast, criado por Hrishikesh Hirway, e que está em atividade desde 2014. Porém, em 02 de Outubro de 2020, este podcast ganhou uma série na Netflix, onde bandas, cantores e instrumentistas convidados por Hrishikesh são entrevistados. Em resumo, cada episódio tem cerca de 25 minutos, e neles os artistas convidados revelam as histórias por trás de suas canções.

A fim de descobrir um pouco mais sobre o trabalho de Dua Lipa, Hrishikesh a convidou para fazer parte de um dos episódios da série. Juntamente com sua equipe de produção do Future Nostalgia, a artista participou do primeiro episódio que abriu a segunda temporada da série. Neste episódio Dua Lipa fala sobre a criação de sua faixa no topo das paradas, “Love Again”, e os motivos pessoais que a levaram a escrever a música. Sem dúvida, é um episódio carregado de emoção e liberdade para a cantora, e para quem deseja ir mais a fundo sobre a história do Future Nostalgia, é um prato cheio.

NBA na TNT – Dua Lipa e DaBaby

Mesmo que você não conheça nada de esportes, pelo menos uma vez na vida você já deve ter ouvido falar em NBA. Só para exemplificar um pouco, a National Basketball Association, é não só a maior liga de basquete americana, como também do mundo. Afinal, nela estão várias das maiores estrelas do esporte no planeta. Recentemente, iniciou-se a temporada 2021 da NBA, e neste esporte em que algumas das várias jogadas de destaques são os jogadores “voando” até a cesta para marcar a pontuação, “Levitating” forma um casamento perfeito com essa situação. Por isso, os músicos DaBaby e Dua Lipa foram escolhidos para ajudar a lançar a nova temporada da NBA em grande estilo!

Curiosamente, esta que versão de “Levitating” que é um single separado, feito após o lançamento de Future Nostalgia, já virou um hit gigantesco nos Estados Unidos, e recentemente alcançou até mesmo o Top 2 na maior playlist que existe no Spotify, chamada de Today’s Top Hits.

Por último, mas nem por isso menos importante, não poderíamos deixar de ressaltar mais uma incrível marca atingida por Dua Lipa em 2020. O efeito Future Nostalgia fez com que a cantora atingisse a sensacional marca de 4 bilhões e meio de streams no Spotify em 2020. Com isso, Dua Lipa encerrou o ano sendo a 4º cantora feminina mais ouvida no ano de 2020, tudo isso com apenas 9 meses desde o lançamento do álbum completo. Definitivamente, após toda essa retrospectiva apresentada, fica difícil não se render a todo trabalho desenvolvido por esta fenomenal artista no ano de 2020, e afirmar de vez que ela realmente mudou o jogo ao seu favor, sacramentando seu nome como um dos maiores do pop na atualidade.