HOT HOT | 15 faixas para ouvir nesta quarta-feira

Que tal fechar o dia com uma seleção de artistas novinhos para encher sua playlists? E o ROCKNBOLD ainda te entrega artistas para todos os gostos! Vem ouvir!

“Just An Animal” de wasteland davolyn, para fãs de alt pop

O artista britânico wasteland davolyn une influências do pop, lo-fi e música alternativa para criar um som descontraído e envolvente em “Just An Animal”, canção que conquista pela atmosfera relaxada e contagiante dos elementos instrumentais que vão de encontro com vocais igualmente agradáveis. O resultado é um som autêntico e bastante agradável. Ouça:

“Afterlife” de Jacob Humber, para fãs de alt pop

O americano Jacob Humber cria uma balada descontraída, dançante e bastante romântica na contagiante “Afterlife”, cuja atmosfera apaixonada e descontraída é criada pela excelente soma de bons elementos e instrumentos e complementam os vocais do artista de forma bastante agradável. A canção promete agradar fãs de pop alternativo que buscam uma nova trilha sonora. Ouça:

“Clarity” de Lady Jay, para fãs de pop

Dona de vocais verdadeiramente majestosos, a cantora Lady Jay cria uma atmosfera sofisticada e bastante contagiante na ótima “Clarity”, canção que une beats e samples que remetem ao som tropicam para entregar uma canção bastante completa e intensa, na qual a voz e talento da artista se destaca. O resultado é um verdadeiro hino! Não deixe de ouvir:

“Easy To Fall” de Estella Dawn, para fãs de pop

Estella Dawn está de volta! E entrega mais um verdadeiro pop-perfection em “Easy To Fall”, canção que une batidas e samples bem escolhidos para criar uma aura dançante, descontraída e apaixonada que interage muito bem com seus vocais, resultando em uma canção bastante sofisticada e dançante sem tornar o som maçante. Perfeita para quem quer dançar! Ouça:

“La La Life” de Robbie Vonn, para fãs de pop

Para quem busca um pop moderno e contagiante, a americana Robbie Vonn entrega ótimos vocais e instrumental igualmente divertido, dançante e moderno em “La La Life”, canção tomada por um instrumental sofisticado, intrigante, intenso moderno que interage muito bem com os vocais da artista para criar uma canção autêntica e bastante descontraída. Ouça:

“Mrs. Paradise” de JAAKS, para fãs de alt pop

Diretamente da Dinamarca, JAAKS cria um som moderno, contagiante e dançante, usando e abusando de sintetizadores nostálgicos em “Mrs. Paradise”. A canção é o perfeito exemplo de synthpop moderno que convida o ouvinte para uma verdadeira viagem no tempo através de suas batidas e atmosfera nostálgica, com vocais igualmente intensos. Não deixe de ouvir:

“Streets” de Riccardo Gileno, para fãs de pop

O artista italiano Riccardo Gileno mergulha em elementos do pop e folk para criar um som romântico, intenso e contagiante em “Streets“, canção que surpreende por sua simplicidade e honestidade que destaca bastante os vocais do artista em uma atmosfera bastante contagiante e apaixonada. O resultado é um som bastante simples, porém também bastante autêntico. Não deixe de ouvir:

“Burning Out” de Enflure, para fãs de música eletrônica

O artista francês Enflure usa beats modernos e nostálgicos para criar o som intenso e dançante de “Burning Out“, canção que surpreende pela capacidade imersiva e contagiante que convida o ouvinte para uma verdadeira viagem no tempo ao mergulhar na canção. O resultado é um bastante completo, agradável e moderno que conquista por sua autenticidade. Ouça:

“I Found You” de Robin Leeway, para fãs de rock

O artista francês Robin Leeway resgata o som apaixonado e nostálgico de baladas clássicas de rock em “I Found You“, canção que mescla elementos melancólicos e apaixonados com riffs fortes de hard rock, que se somam ao timbre potente de sua voz. O resultado é uma canção intensa e carismática que conquista pelo sentimento agradável e bem construído. Não deixe de ouvir:

“Nevermind” de Also Joe, para fãs de indie rock

O norte americano Also Joe une elementos do rock e pop alternativo para criar uma canção bastante cativante e expontânea em “Nevermind”, canção que conquista pela boa harmonia da escolha de instrumentos que vão de encontro com os vocais leves e descontraídos do artista. O resultado é uma canção simples, carismática e envolvente que chama atenção pela honestidade e autenticidade. Ouça:

“If This Is What You Call Friendship” de Bryan Woolley, para fãs de rock clássico

O americano Bryan Woolley resgata o sentimento do rock clássico apaixonado em “If This Is What You Call Friendship”, canção tomada por riffs e vocais intensos que resgatam a nostalgia do hard rock em uma canção bastante melódica. O resultado conquista bastante pela intensidade dos vocais, bem como pela harmonia de elementos. Não deixe de ouvir:

“Angel On Earth” de Filligar, para fãs de alt rock

Surfando na onda de seu mais recente álbum, “Future Self”, os caras do Filligar apresentam “Angel On Earth”, canção que convida o ouvinte para mergulhar em uma atmosfera misteriosa que une diferentes elementos e tons para criar uma canção bastante imersiva e autêntica entre o rock e pop alternativo, flertando também com elementos de folk. Não deixe de ouvir:

“One More Sunset” de Television Supervision, para fãs de pop rock

Os caras do Television Supervision resgatam o sentimento do pop-punk e rock de uma forma moderna, flertando também com elementos eletrônicos e dançantes na contagiante “One More Sunset”, canção que conquista o ouvinte pelo som descontraído, envolvente e autêntico que mistura diversas referências sem tornar a canção maçante ou saturada. Não deixe de ouvir:

“Hail to all the monsters” de 20 Year Short Break, para fãs de rock

Para quem busca um rock moderno e bastante fora do comum, os alemãos do 20 Year Short Break estão de volta! E entregam um som intenso, que mescla influências do rock e da música eletrônica em “Hail to all the monsters”. A canção une beats, sintetizadores e vocais eletrizantes que mantêm a canção intensa do início ao fim. Não deixe de ouvir:

“JE SERAI LA” de CORINNA CORINNA, para fãs de pop

CORINNA CORINNA está de volta! E entrega um som cativante em vocais doces em “JE SERAI LA”, canção que dá continuidade ao pop envolvente e caloroso apresentado em seus demais trabalhos. O resultado é uma canção que entrega uma atmosfera dramática flertando com folk em meio a vocais intesnsos, conquistando o ouvinte pela simplicidade e carisma. Nãoi deixe de ouvir:

Gostou? Nos siga no Spotify e não perca nenhuma novidade e indicação da nossa equipe por lá!

Total
1
Shares
Related Posts