HOT HOT | 15 faixas para ouvir nesta quarta-feira

Para dar aquele gás no meio da semana, o ROCKNBOLD te entrega 15 faixas novinhas que vão deixar sua semana ainda melhor! E tem música para todos os gostos! Confira:

“piLLOW dREAMs”, de 1LUM3, para fãs de pop

A cantora brasileira 1LUM3 entrega vocais intensos na ótima “piLLOW dREAMs“, o primeiro single de uma série de faixas onde a artista explorará versos em inglês. A canção chama atenção pela forma como os vocais da artista se misturam com batidas e elementos de diferentes ritmos, trazendo sons que que vão do dream-pop ao lo-fi. Não deixe de ouvir:

“So… are you still down?”, de Maky Lavender, para fãs de chill hip hop

O canadense de Montreal Maky Lavender vem cativando milhares de ouvintes com seu flow suave e letras divertidas. Na versão acústica de “So… are you still down?”, os vocais do rapper ganham ainda mais destaque em uma narrativa dinâmica e dão um gostinho do que seus fãs podem esperar ver em breve – o artista planeja fazer uma turnê acústica em pubs da Europa a partir de abril de 2022, acompanhado de Ryan Nadin no violão. Ouça:

“Song for the Garden”, de Half Shadow, para fãs de folk psicodélico

Viaje para o jardim mágico psicodélico de Half Shadow em “Song for the Garden”, mais nova canção do projeto do americano Jesse Carsten. A faixa tranquila combina uma batida marcante com riffs envolventes e distorções sutis e letras que chamam a atenção do ouvinte para o mundo de sonhos que existe na natureza da vida real – potencializadas pelos vocais carismáticos do artista. Não deixe de ouvir:

“The Top Of The Hill”, de Victor Pavy, para fãs de indie rock

O francês Victor Pavy traz batidas suaves e divertidas para criar um ar nostálgico na agradável “The Top Of The Hill”, novo single do EP Will Remain. As letras ficam ainda mais acessíveis nos vocais cativantes do artista e a experiência é completa com os sons que remetem a videogames que abrem e fecham a canção. Não deixe de ouvir:

“Ask Yourself”, de Tucho, para fãs de bedroom pop

Com a interrupção dos shows ao vivo por conta da pandemia, o músico de São Paulo Tucho começou a produzir canções próprias que documentavam a busca e o encontro de um amor. “Ask Yourself” é a continuação dessa narrativa, celebrando com leveza o momento em que se percebe que aquele sentimento é real. A batida pop tranquila destaca os vocais suaves com detalhes que contribuem para a vibe de “lar” da canção, complementados por um toque distinto de música brasileira. Ouça:

“Tempo Torto” feat. Luciano Faccini & Morgan Glasper, de Francisco Okabe, para fãs de neo-soul

Combinando referências do R&B e neo-soul, Francisco Okabe junta forças com Luciano Faccini e Morgan Glasper em “Tempo Torto”, faixa que aborda questões profundas que atingem tanto o campo pessoal como o público. Composta a distância, a canção mistura versos em inglês e português, e o resultado é um contraste dinâmico entre a melodia suave e a letra mais reflexiva. Ouça:

“História antiga”, de WAGNER, para fãs de pop rock nacional

Faixa de estreia de Wagner, a canção “História antiga” combina os vocais suaves do artista com uma batida pop rock envolvente para criar uma narrativa inspiradora e sonhadora. Com participação de Junior Arantes na guitarra, a faixa romântica surpreende com a energia apresentada ao longo da experiência. Ouça:

“Break Way” de First Frontier para fãs de garage rock

Em dezembro de 2021 o duo britânico First Frontier lançou seu primeiro single, “Break Way”, onde os artistas apostam no clássico garage rock com pitadas do rock dos anos 2000. O vocais são estridentes e falam de cortar laços enquanto uma melodia áspera com riffs poderosos a acompanha. Ouça:

“blossom song” de Dan JP, para fãs de lo-fi e folk

O britânico Dan JP produz um trabalho experimental onde mixa diferentes elementos, passeando do lo-fi ao folk. Em “blossom song” o artista fala sobre experiências pessoais, amor-própria e problemas com pessoas próximas ao lado de uma melodia calma e emocionante. A track envolve o ouvinte do início ao fim, vale muito o check!

“No Return”, de FireBug, para fãs de rock psicodélico

Com uma pegada setentista que lembra muitos artistas que figuraram o woodstock, a estadunidense FireBug entrega um som intenso e cheio de alternâncias. Com a faixa “No Return”, é possível localizar fortes referências de rock psicodélico, tanto nos riffs cheios de fuzz, até no vocal que lembra muito Janis Joplin. Para fãs do gênero, vale a pena demais o check!

“Fuel”, de Kjetil landsgard, para fãs de rock

Dono de uma voz única e poderosa, o canadense Kjetil landsgard está de volta com “Fuel“, canção sensual que traz um instrumental leve, porém tomado por elementos intensos que tornam a canção poderosa e envolvente. Os vocais do artista se destacam em meio a batidas e samples, criando uma atmosfera envolvente, misteriosa, apaixonante e única. Não deixe de ouvir:

“Run Deep House”, de Myyora, para fãs de pop

A cantora francesa Myyora se desprende de sua zona de conforto para dar vida à dançante e carismática “Run Deep House“. Nesta canção vemos um lado mais despojado da artista, que mergulha em elementos da música eletrônica para criar um som mais leve e dançante. Ainda sim, como sempre, a artista entrega um som sofisticado e elegante que une talento, excelentes vocais e uma atmosfera elegante e divertida. Ouça:

“Kingdom Collapse”, de All Men Must Die, para fãs de metalcore

Para quem busca um som poderoso de metalcore, além de uma banda nova para chamar de sua, os alemães All Men Must Die extravassam screamo e riffs energéticos na intensa “Kingdom Collapse“. A canção chama atenção ao unir perfeitamente vocais fortes que vão de encontro com o instrumental intenso em uma perfeita harmonia, equilibrando também elementos mais melódicos. Menção mais que honrosa para o contraste com o solo. Não deixe de ouvir:

“Butter on Toast”, de Nina Deiana, para fãs de pop

Os vocais da cantora italiana Nina Deiana brilham em meio aos elementos pop e folk de “Butter on Toast“, canção que promete agradar principalmente quem busca um som acalorado, decidido e carismático, que fala sobre vulnerabilidade. O resultado é uma canção que une mistério, paixão, leveza, poder e carisma em uma canção única, além de bastante autêntica. Não deixe de ouvir:

“All Around the World/Grits Ain’t Groceries”, de Phil Manca, para fãs de rock

Phil Manca está de volta e mais poderoso do que nunca em “All Around the World/Grits Ain’t Groceries“, canção que une vocais carismáticos, dançantes, além de riffs poderosos que já são sua marca registrada. A canção une elementos do rock clássico e blues para criar um som energético e poderoso, e o resultado não poderia ser outro: uma canção intensa e cheia de estilo. Não deixe de ouvir:

Gostou? Nos siga no Spotify e não perca nenhuma novidade e indicação da nossa equipe por lá!

Total
1
Shares
Related Posts